3 de jun de 2011

Educar é um ato de amor

Educar é um ato de amor

A mulher que educa é uma escultora moldando um futuro melhor

por Cybele Meyer
Compartilhar
Orkut
ALTERAR O
TAMANHO DA LETRA + -
Imprimir


Gosto de dizer que toda mãe é uma artista, pois tem a missão de educar seus filhos. O mesmo digo da professora que tem por missão educar seus alunos.Dois caminhos diferentes que se entrelaçam quando a matéria prima da obra pertence tanto a uma quanto a outra.

Fazer a analogia do esculpir com o educar dá a exata visão de que somente artistas que têm a alma aflorada são capazes de produzir o resultado esperado. Quando o artista olha um pedaço de pedra bruta ele pode enxergar uma linda musa, com fisionomia cândida e gesto singelo que brotará de dentro para fora como resultado de suas marteladas.

Lapidando pedras brutas

Quando a mãe olha seu filho pequeno (pedra bruta) o imagina como um adulto educado, gentil, amoroso, honesto, trabalhador como resultado de suas orientações.A professora quando olha seu aluno (pedra bruta) o imagina como um profissional competente, cumpridor de seus compromissos e bem sucedido como resultado de seus ensinamentos.

Para exercer qualquer uma destas profissões é preciso ser paciente e persistente. Não há como chegar a um resultado imediato. O tempo é fator primordial e não adianta ficar de braços cruzados no aguardo, porque se não "martelar" nada sairá.

Sem fórmulas prontas

Para qualquer uma destas atividades não existe verdade absoluta, o que deve existir é a compreensão plena do objetivo a ser alcançado e quais ações deverão ser empregadas para atingir este objetivo. As ações surgem em resposta a uma necessidade iminente. Estas ações devem ser repetidas tantas vezes quantas forem necessárias até serem incorporadas, igual às marteladas dando forma à pedra. Não há como falar uma vez e o filho absorver a ponto de nunca mais ser preciso falar novamente. Não adianta ter pressa, tudo vem com o seu devido tempo.

O mesmo acontece com o professor que tem que explicar até o "clic" acontecer em cada um dos seus alunos. E assim é o escultor que tem que desbastar, aparar as arestas, lixar até seus pontos mais profundos, polir e retirar a musa que estava adormecida dentro da pedra.

Assim como o escultor transforma pedra em arte a educação transforma o indivíduo num ser capaz de conviver e atuar em sociedade. É um trabalho árduo, que exige perseverança, dedicação, paciência, lucidez e muito amor.

Educar é um trabalho de repetição, de exemplo, de firmeza, de manter a palavra dada, de sabedoria, de erros e acertos"Educar é um trabalho de repetição, de exemplo, de firmeza, de manter a palavra dada, de sabedoria, de erros e acertos" , de generosidade.

Recompensas

Conciliar todos os afazeres com a educação de um filho não é tarefa fácil, mas é compensada a cada abraço recebido, a cada beijo estalado, a cada sorriso maroto, a cada olhar brilhante.

Promover um aluno para a série seguinte é ter a satisfação do dever cumprido.

Admirar uma escultura é enxergar a alma do artista.

O importante é saber que dentro de cada pedra bruta há sempre o que você quer que tenha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que é ser Pedagogo.

Há algum tempinho que acabei a faculdade de pedagogia, pela qual passei três anos da minha vida tentando entender à psicologia infantil, trabalhei alguns meses em cima da minha monografia, na qual, tinha o tema: A Psicanálise dos Contos de Fadas na Educação Infantil, não foi muito fácil, mais depois de três anos sem ter um pouco de vida pessoal e sem tempo estou aqui formada tentando algo que possa ser útil para minha formação.
Muita duvida tive, ao longo de minha formação, entre ela o papel do professor na vida de seu aluno pela qual reservo um pouco do meu tempo para trabalhar com vocês. Muitos me perguntam se vou lecionar aula, digo que não sei se um dia chegarei a enfrentar uma sala de aula, me perguntam então o porquê fiz o curso de pedagogia, descobri que o curso pelo qual sou formada me reserva muito mais do que uma simples sala de aula.
Voltando ao papel do professor agora sendo Pedagogo, para que e o porquê ter, ser um pedagogo, profissão que necessita de amor, respeito e responsabilidade, tendo como base os quatros pilares da educação: aprender a aprender, aprender a ser, aprender a fazer e aprender a conviver, servindo de base para a pedagogia.
O pedagogo precisa sempre estar atualizado, não se pode formar e estacionar em uma escola hoje ele precisa muito mais do que pegar na mão do aluno e ajudar ele a escrever, tem se como objetivo formar um cidadão críticos capazes de mudar a sociedade pela qual vivemos, tem que estar sempre aprendendo seja com seu aluno, com seu companheiro de trabalho, com a família ou com o amigo, apesar de que estes pilares da educação servem de base para tudo que se tem hoje, umas das causas pela qual a profissão de pedagogo tem aberto novos caminhos.
Ser pedagogo não significa só atuar em escola ou sala de aulas, tem que ser muito mais além, acima de tudo, precisa estar acompanhando tudo a nossa volta a historia muda a cada dia, não deixando para traz nossas raízes mais sim atualizando nossos conhecimentos e aprendendo a cada dia um novo jeito de compreender a vida.
Pedagogo vem de Pedagogia que é a ciência ou disciplina cujo objetivo é a reflexão, ordenação, a sistematização e a crítica do processo educativo, sua palavra tem origem na Grécia antiga, paidós (criança) e agogé (condução). O profissional cuja formação é a Pedagogia, no Brasil é uma graduação da categoria Licenciatura ou Gestão Escolar (administração escolar, orientação pedagógica e coordenação educacional). Devido a sua abrangência, a Pedagogia engloba diversas disciplinas, que podem ser reunidas em três grupos básicos: Disciplinas filosóficas, Disciplinas científicas e Disciplinas técnico-pedagógicas.

Minha lista de blogs

e-mail para contato

Entre e me ajudam

Mensagens ao Vivo e Telemensagens

Educar é um ato de amor

http://www.facebook.com/platform

Entre aqui